Latest Entries »

“O homem pode, é certo, fazer o que quer, mas não pode querer o que quer” * Arthur Schopenhauer

“Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar” * José Saramago

“Uma coisa é você achar que está no caminho certo, outra é achar que o seu caminho é o único” * Paulo Coelho

“Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar uma flor num campo, permanecerá para sempre com ela. Você nunca será minha e por isso terei você para sempre” * Paulo Coelho

“A melhor maneira de resolver uma situação é falar sobre ela”

“O ruído além de gerar estresse, hipertensão, problemas cardiovasculares e alterações pulmonares, provoca um aumento na secreção de adrenalina, que conduz a uma hiperexcitação capaz de gerar comportamentos estranhos nos indivíduos” Walter Alexandre.

“É possível estar em silêncio e bem acompanhado, pois o olhar, o toque e os gestos podem dizer muito mais que palavras jogadas ao vento” Walter Alexandre.

INHAMBANE

“BHEIANE KU NHUMBANE”

Foi assim que a população de Inhambane (I’bane) recebeu, em 1498, um grupo desconhecido que naquela cidade aportou num dia de forte tempestade, convidando-os a abrigar-se nas suas palhotas.

Vasco da Gama, líder do grupo e navegador de vários oceanos, não tardou a reconhecer naquela gente qualidades únicas, gente humilde, afável, acolhedora, bondosa, fraterna, encatadora, alegre, etc, que o levaram a apelidar INHAMBANE (Khu Nhumbane) como TERRA DE BOA GENTE.

Com o passar do tempo, outros navegadores do mar, terra e ar, por lá passaram, inúmeras tempestades a assolaram mas a boa gente nela existente permaceu intacta.

Ao rítimo das batucadas de timbila a boa gente vibra com a energia que alimenta os jazigos de Pande e Temane, com a doçura das mangas e laranjas, a boa gente vibra libertando o perfume dos micates, que embriaga os sentidos tal como o faz a sura dos seus coqueiros. A boa gente hoje vibra com as culturas que de toda a parte apeiam-se para junto dela desfrutarem dos encantos que este paraíso na terra nos oferece.

 

Inhambane é uma província que ocupa uma área de 68 615 km2 da região sul de Moçambique, tem um população de 1.267.035 habitantes (Censo 2007). I’bane faz fronteira a norte com as províncias de Sofala e Manica, a leste e sudeste com o Oceano Índico e a sul e oeste com a província de Gaza.

 

A província é dirigida por um governador provincial nomeado pelo Presidente da República. Neste momento o cargo é ocupado por Agostinho Trinta.

I’bane está dividida em 14 distritos nomeadamente Funhalouro, Govuro, Homoíne, Inhambane, Inharrime, Inhassoro, Jangamo, Mabote, Massinga, Maxixe, Morrumbene, Panda, Vilanculos e Zavala, tendo 4 deles sido elevados à categoria de município, são eles: Inhambane, Massinga, Maxixe e Vilanculos.

Como parte integrante da pérola do índico, os habitantes de Inhambane vêem na língua portuguesa o seu idioma oficial contudo, a população recorre inúmeras vezes às línguas maternas nomeadamente Xichangana, Cindau, xitshwa, Gitonga, Txixopi e Xironga.

Para além do investimento hoteleiro, destaca-se a presença da multinacional SASOL, exploradora do gás natural de Temane e Pande.

O ensino Superior é lecionado na ESHTI-UEM (Escola Superior de Hotelaria e Turismo de I’bane) e Mussa Bin Bique, na cidade de I’bane, ESDR-UEM (Escola Superior de Desenvolvimento Rural), na cidade de Vilankulos, UP, na cidade de Massinga e UP-UniSaF na cidade da Maxixe.

…navegue comigo e descubra o mundo novo que colombo ocultou…

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.